Skip to main content

Governo isenta 109 equipamentos de energia solar de impostos de importação

O Governo Federal decidiu zerar alíquotas para importação de uma seleção de equipamentos de geração de energia solar. A movimentação veio do Comitê Executivo de Gestão da Câmara de Comércio Exterior na última quinta-feira (27) e inclui diversos produtos como inversores fotovoltaicos, conversores estáticos e amortecedores usados para painéis que acompanham o movimento do sol.

A isenção de imposto de importação vale até 31 de dezembro de 2021 e tem como objetivo reduzir custos de implementação do método energético no país. Atualmente, o mercado sofre dificuldades, principalmente com a desvalorização do real.

No total, de acordo com a Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (Absolar), são 109 equipamentos do setor sem tarifa, sendo que alguns deles já contavam com isenção anteriormente.

De acordo com dados da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), o Brasil conta com cerca de 3 gigawatts instalados com energia solar, somente 2% da matriz elétrica.

Contudo, o país ainda conta com outros 3,4 gigawatts em produção distribuída, nos casos em que há, por exemplo, utilização de placas solares em casa. Segundo a Aneel, o setor tem mostrado forte crescimento por aqui, tanto em grandes usinas quanto para instalação doméstica.

Fonte: Reuters

%d blogueiros gostam disto: