Skip to main content

Construções amigas do ambiente! Saiba como ter uma casa sustentável e todos os benefícios que ela oferece

De bambu, pedra, madeira, cob, adobe e materiais reciclados. As construções sustentáveis estão em alta no Brasil e provam, através de suas mais variadas formas e tamanhos, que é possível sim, desenvolver um espaço funcional, bonito e ecologicamente correto. Você, por exemplo, já pensou em investir em uma casa com esse padrão ou simplesmente adaptar o espaço que já possui tornando-o mais sustentável? Se a resposta foi sim, este artigo é dedicado a você!

Conversamos com as arquitetas Marília Tanure e Michelle Lopes, sócias fundadoras da M2 Arquitetura Interiores e Sustentabilidade, que nos dão algumas dicas de como construir uma casa sustentável que una conforto, segurança, versatilidade, bem-estar, além de oferecer soluções que permitem reduzir consumo de energia elétrica, de água e muito mais. E se você ainda não pensou no assunto, comece a se planejar com quem mais entende desse negócio. Veja as nossas dicas!

Energia Solar Fotovoltaica

Aprenda a construir uma casa sustentável
M2 Arquitetura e Meraki Estúdio Criativo desenvolvem em parceria uma casa sustentável localizada no município mineiro de Jaboticatubas

Com a crise hídrica e energética que tem afetado não só o Brasil, mas todo o mundo, os painéis solares são a bola da vez ao proporcionar uma energia limpa e de fonte totalmente natural. De acordo com a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), já existem registradas 7.610 conexões de micro e mini geração distribuída de energia, totalizando potência instalada de 73.569 kW. Micro e mini geração distribuída são aqueles imóveis que geram sua própria energia com fonte renovável e ainda conseguem distribuir o excedente. Bacana, não é mesmo? Entre as fontes mais utilizadas, segundo o órgão, a solar fotovoltaica é a que mais se destaca, com 7.528 conexões.

Além da energia fotovoltaica, as arquitetas revelam que já existem no mercado várias opções e tecnologias que podem ser utilizadas em conjunto para a redução do gasto de energia elétrica. Veja só:

– Sistema de aquecimento solar da água: trabalhado em conjunto ou não com a energia fotovoltaica, diminui a necessidade do uso dos chuveiros elétricos;

– Iluminação e ventilação natural: trabalhado desde a concepção do projeto, analisando as condições climáticas do local, contribui para a redução tanto da iluminação artificial quanto do condicionamento de ar;

– Cobertura e fachadas: o material utilizado tem grande influência na redução do consumo de energia, uma vez que melhora o conforto térmico do ambiente interno;

– Iluminação artificial: as lâmpadas de LED são uma ótima opção para ambientes internos. Associado à escolha das lâmpadas e luminárias, é válido considerar o sistema de automação de iluminação, que controla os circuitos que vão ser acesos simultaneamente, o tempo que as luzes ficam acesas e a sua intensidade;

– Eletrodomésticos e equipamentos elétricos: o ideal é observar a classificação da etiqueta PROCEL, que vai de A (mais eficiente) a G (menos eficiente).

Água de chuva

Ao construir uma casa sustentável é importante pensar na redução de gastos
Projeto desenvolvido pela M2 Arquitetura e Meraki Estúdio Criativo prevê produtos economizadores de água, como torneiras com arejadores e vasos sanitários com dual flux, e materiais de revestimento que sejam ecológicos

Ao construir uma casa sustentável é importante pensar na redução de gastos a longo prazo. Isso porque muitas vezes as tecnologias sustentáveis podem ter um custo de investimento maior, mas geram uma economia no futuro.

Além das soluções citadas no item anterior, segundo as arquitetas Marília e Michelle, é necessário pensar também em sistemas de captação de água da chuva, e no reaproveitamento das águas cinzas – água não contaminada com dejetos, que pode ser coletada para utilização, por exemplo, na irrigação de jardins.  “Além disso, nos banheiros existe a tecnologia dos vasos com descarga à vácuo e com dual flux (dois fluxos de água) que reduzem o consumo de água. Dentro dos produtos economizadores existem ainda os arejadores e restritores de torneiras, que economizam até 85% no fluxo de água”, acrescentam.

Profissionais

Para quem deseja fazer parte deste universo sustentável, Marília Tanure e Michelle Lopes alertam para a importância de procurar bons profissionais na área.  “O arquiteto vai elaborar o projeto pensando em soluções sustentáveis viáveis e ainda vai direcionar o cliente para outros profissionais que vão trabalhar em conjunto na execução do projeto e da obra. É muito importante contar com pessoas que compartilhem a mesma visão de sustentabilidade”.

Jardins Verticais

Jardim Vertical
De acordo com as arquitetas Marília e Michelle, a princípio, qualquer casa está apta a receber um jardim vertical, desde que sejam observadas as condições de iluminação natural exigida por cada espécie

Àqueles que não abre mão de estar sempre em contato com a natureza os jardins verticais e telhados verdes não podem faltar em uma casa sustentável. O papel dos jardins internos, segundo as arquitetas, é criar um microclima mais agradável no ambiente, ajudando a regular a temperatura interna – dependendo do tamanho do jardim.

Já o telhado verde tem uma atuação mais considerável na criação de um ambiente interno de temperatura mais amena, uma vez que a cobertura absorve menos calor. “Alguns sistemas de telhado verde, por exemplo, conseguem captar parte da água da chuva para reutilização em outras atividades ou na própria irrigação do telhado. Eles também têm uma importância na escala urbana, pois contribuem para a melhoria da qualidade do ar, ajudam a diminuir o efeito das Ilhas de Calor e as enchentes, porque absorvem parte da água da chuva. Porém, esses efeitos só são alcançados quando utilizados em larga escala nas cidades”, ressaltam as arquitetas.

E agora, você está mais preparado e animado para investir em uma casa ecológica? Nós da Solsist Energia estamos à disposição para te oferecer o melhor orçamento em energia solar fotovoltaica. Já as arquitetas da M2 Arquitetura Interiores e Sustentabilidade em apresentar o melhor e mais eficiente projeto sustentável. Converse com a gente!

%d blogueiros gostam disto: